Nobre Pizza Bar: dica para quem mora no Campo Belo

Fui conhecer o Nobre pizza bar, uma pizzaria no Campo Belo, que tem pratos super bem feitos como a burrata da foto que é absurdamente cremosa por dentro. Achei a cara de pizzaria de bairro, aquelas para ir com a família toda e percebi isso mesmo: diversos frequentadores saíam a pé para suas casas depois do jantar, por ser numa área bem residencial.

Eles estão com alguns sabores novos, super especiais como esses da foto. Amei o de cogumelos variados (funghi secci, paris, shitake e shimeji), lascas de parmesão e azeite trufado. Essa veio junto com a de brie com damascos e lascas de parmesão (que eu também gostei, mas não superou a primeira!).

Provei também a de calabresa artesanal e a de presunto de parma com alcachofra. Todas muito bem feitas! E claro, um vinhozinho pois com essas pizzas nada mais justo né? ;)

Espaço Nobre Pizza Bar

Rua Gabriele D’Annunzio, 1.319 Campo Belo

Tel (11) 5096-2300 | (11) 5096-2500

Huaco – o novo restaurante peruano da Vila Madalena

Eu simplesmente AMO a culinária peruana! Amo tanto, mas tanto que dia desses cheguei à conclusão de que ceviche é o meu prato favorito. Tipo aquelas: “Qual o seu último desejo?” “Ceviche!” hahahah

Essa semana fui conhecer o Huaco Restobar, que fica na Vila Madalena aqui em Sampa. O ambiente é todo decorado como no peru, e mais: o chef Christian Bascones é peruano também. Vocês podem imaginar o que me esperava, né? Foi uma noite simplesmente sensacional, com ceviches perfeitos, feitos com os mais variados peixes, ajis e frutos do mar e drinks no maior estilo peruano (a começar pelo pisco sour – aliás, realmente mandam muito! Eles possuem mais de 20 tipos de drinks com pisco, provei vários). O próprietário, Roberto Zapata, também é peruano.

Mas continuando a ser surpreendida, uma das grandes pedidas também foram os pratos quentes. Explico: eu amo tanto ceviche que nunca dou chance a esse tipo de pratos. Aproveitando que estava na degustação para conhecer o menu da casa fui com tudo. E olha, gostei tanto, mas tanto que quero voltar lá e pedir esse arroz salteado e defumado com iscas de peixe, camarões, lula e polvo. Recomendo MUITO!

E dando sequencia às delícias: “De Lomo Saltado” – prensado levemente crocante de feijão carioca e arroz, com cubos de filet mignon, salteados e defumados com cebola, tomate, coentro, gengibre, pimenta e shoyu. 

No final, a surpresa: chá de coca para finalizar… Nunca tinha provado, e as folhas para cohecermos.

Quero voltar: sim ou com certeza?? ;)

Huaco

R. Fradique Coutinho 832 – Vila Madalena – Tel 11-3969-3893

3a as 6as a partir das 19h; sábado: almoço a partir das 13h e jantar a partir das 20h. Domingo só almoço, das 13 às 17h

Como fazer foie gras?

Antes de mais nada informo que sou completamente alucinada por foie gras. E tudo isso mais uma vez graças ao meu pai que sempre me fez provar tudo, mesmo o que eu achava que não ia gostar. E falo isso pois não suporto nem o cheiro de fígado de boi sendo preparado, então na minha cabeça qualquer outro tipo de fígado teria aquele sabor… E olha que isso faz muito muito tempo!

Lembro bem quando provei pela primeira vez: alguns anos passava o Natal com o meu pai (sim, são separados) e sempre íamos a restaurantes super especiais nessa data (afinal, né…??). E num desses anos, além do tradicional menu, ele pediu também foie gras entiere para cada um de nós, ou seja, cada um com um foie gras inteiro, sendo que eu nunca tinha provado e muito pelo contrário: achava que não era a minha! O resultado vocês já imaginam, né? Eu simplesmente amei e a partir desse dia fiquei cada vez mais alucinada, é um dos ingredientes que mais me seduz num cardápio de restaurante. E gosto de todos os tipos, terrine, grelhado, patê e como mais a imaginação do chef mandar.

Por incrível que pareça ainda não tinha colocado aqui no blog algo super básico: como grelhar o foie gras em casa. E claro que não é só grelhar, é bom ter um acompanhamento doce para o sabor ficar ainda mais realçado. Criei a minha própria baseado nos sabores que provo há anos, e garanto: fenomenal, sucesso garantido, tira onda e SUPER fácil de fazer! Fiz um de peras ao vinho do porto brulee…

Comprei a peça de foie gras no Santa Luzia aqui em São Paulo, pode ser encontrado nesse tipo de supermercado gourmet.

Para o foie gras (ele vem assim…):

Ingredientes:

Apenas o foie gras!

Modo de preparo:

Cortar o foie gas em escalopes de cerca de 1,5 cm e levar a frigideira SEM QUALQUER TIPO DE ÓLEO! Ele solta muita, mas muita gordura mesmo e dimunui significativamente de tamanho. Grelhar em fogo médio de um lado, virar e grelhar do outro. Fim!

Para o molho de Peras ao Vinho do Porto Brulee:

Ingredientes:

1 pera grande madura sem casca cortada em cubinhos bem pequenos

2 colheres de sopa de mel (bem cheias)

1 colher de sopa (rasa) de manteiga

1 cálice de vinho do porto

3 cardamomo (sementes)

Açucar

Modo de Fazer:

Em uma panela, derreter a manteiga e adicionar o mel e a pera. Juntar o vinho do porto e o cardamomo. Deixar reduzir. Servir por cima do foie gras. Cobrir com um pouco de açucar e com um maçarico derreter para a casquinha brulee. Enjoy!